Quem nunca acabou no zero a zero?

No mundo corporativo muitas vezes também nós “jogamos grandes partidas” mas simplesmente não conseguimos fazer um “gol”.

Como estamos na época da Copa do Mundo nada mais certo do que analisar os jogos e tirar lições que podem ser usadas no mundo corporativo.

Ninguém queria que o placar do jogo entre nossa Seleção e o time do México termina-se empatado e é logico que tanto torcedores brasileiros e mexicanos queriam que o placar fosse de vantagem para suas seleções. Durante o jogo ambos os lados fizeram a sua parte tanto defendendo quanto atacando. Nesse jogo ficou evidente o peso que tem um talento individual nas horas mais importantes do jogo. Para os mexicanos a estrela foi goleiro Ochoa que agarrou quatro bolas que poderiam ter sido gol. Do lado do Brasil tivemos novamente o talento de Neymar impulsionado o time e disparando chutes no gol e também as defesas do nosso goleiro Julio César que apareceu bem no jogo fazendo importantes defesas.

No mundo corporativo muitas vezes também nos “jogamos grandes partidas” mas simplesmente não conseguimos fazer um “gol”. Quantas vezes parece que trabalhamos durante dias em um projeto e não conseguimos êxito? Outras vezes “chutamos na trave” ou “trombamos na área” como dizia um professor de matemática que tive nos tempos de colégio e faltava somente um pouco mais de empenho ou oportunidade para chegar ao objetivo.

Assim como o técnico Felipão falou na entrevista no final do jogo temos que pensar que o time adversário (concorrente) também está vivo e eles querem ganhar. O técnico disse também que não é justo colocar as esperanças em um único membro da equipe, no caso Neymar e que continua confiando nessa equipe.

Essa entrevista de Luiz Felipe Scolari foi excelente para mostrar que quando se persegue um objetivo temos que contar com todos os membros de uma equipe e principalmente confiar na equipe que temos. No caso do México o destaque foi o goleiro Ochoa e para o Brasil foi Neymar que não estava com sorte. Porém Julio César estava lá para fazer a sua parte e o líder Felipão para apoiar a equipe e com certeza vai saber conduzi-la a uma vitória no próximo jogo. Afinal quem nunca ficou no zero a zero? Vamos refletir sobre isso!

Pedro Paulo Galindo Morales é Graduado em Gestão, Pós- Graduado em Controladoria e Técnico em Contabilidade.   www.pedropaulomorales.com, pedropaulomorales@yahoo.com.br

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s