Por qual motivo você não é criativo?

Quando a criatividade vai embora sempre entramos em pânico. Isso acontece porque hoje as empresas cobram a todo instante que seus colaboradores sejam criativos. Para as empresas a criatividade deve estar presente nas áreas de desenvolvimento de novos produtos e na remodelagem de processos. No ambiente empresarial a criatividade está sendo vista tanto como uma maneira de a empresa se sobressair no mercado como uma forma até mesmo de sobrevivência. Continuar a ler

Anúncios

O Mochileiro da Gestão

Por Pedro Paulo Morales*

Muita gente deve estar se perguntando: Porque esse titulo para o Blog? Andei pesquisando sobre o termo mochileiro e logo me identifiquei com ele. O termo foi usado pela primeira vez na década de 50 por poetas e escritores dos Estados Unidos que queriam ser livres para criar seus textos e poder escreve-los onde quiserem , aproveitando assim a influencia dos lugares aos quais visitavam. Ao pé da letra eles eram viajantes e carregavam em suas mochilas seus poucos pertences e que levavam para viver.  Queriam conhecer lugares novos e são desapegados de regras. Continuar a ler

Por que não somos criativos?

Depois que saímos da faculdade somos cobrados por algo que não foi ensinado, a criatividade.

Escrever sobre criatividade é muito complicado. Este final de semana assisti a palestra Criatividade para Solução de Problemas de Murilo Gun e finalmente comecei a entender o motivo pelo qual temos dificuldades para inovar e empreender.

Segundo Murilo o motivo pelo qual falta criatividade para as pessoas é motivado, infelizmente porque não fomos ensinados a pensar. Os motivos estão na criação dos primeiros cursos de educação. No início do século passado para formar trabalhadores Continuar a ler

Acreditar e Agir

Para atingir nossos objetivos devemos acreditar e agir simultaneamente

Nesta pequena parada para as festas de final de ano apesar de não escrever fiquei atento as coisas que aconteciam. Uma manhã ao mudar a sintonia do meu inseparável radinho de pilha me deparei com o final de um conto que achei muito interessante e que tem tudo a ver com os novos desafios do século 21, o século do Mundo 4.0. Continuar a ler