Delegar sim, delargar não

aTodos precisam de ajuda, mas é preciso saber delegar.

      Em artigo publicado pelo site RH.COM, Celia Foja diretora da People Strategy, deu uma entrevista ao site onde fala sobre como delegar atividades aos colaboradores, como o líder deve preceder para que esse processo tenha sucesso. Ela diz que ninguém é super-herói para fazer tudo sozinho e que todos precisam de ajuda.

      Por esse motivo é que os lideres precisam saber delegar e os liderados devem aprender a corresponder à confiança deposita neles. Para a autora delegar significa desenvolver e preparar o colaborador para assumir novas responsabilidades.

     Os líderes devem aprender a delegar com o objetivo de se dedicar a atividades mais estratégicas. Segundo o artigo “Delegue poder para quem está preparado! ”, esses líderes quando agem assim promovem o “empoderamento “ da equipe e faz com que este gestor passe a ser avaliado não só pelo que ele faz, mas também pelos resultados da equipe. Como consequência o gestor passa a ser percebido como um formador de pessoas e um líder que obtém resultados superiores. O líder que delega tem maior disponibilidade de tempo para pensar na estratégia, faz melhor uso do tempo e tem maior concentração para as atividades mais difíceis e importantes.

      A diretora da People Strategy prossegue a entrevista dizendo que há vantagens também para os funcionários porque há “possibilidade de adquirir novos conhecimentos e desenvolver competências; maior visibilidade pela exposição, o que pode gerar novas oportunidades. ” Por sua vez as empresas têm vantagens pois ela passa a “ ser reconhecida como uma empresa que oferece desafios [aos seus colaboradores] e se preocupa com o desenvolvimento de sua equipe. ”

     Célia Foja fala ainda sobre as desvantagens da delegação, para as empresas, diz que que se o trabalho for “delargado” pelos líderes estes podem ter impacto negativos nos resultados finais do trabalho e até mesmo podem refletir na empresa como um todo.

O processo de delegação também traz desvantagens, para os lideres delegar mais significa que eles precisarão de maior tempo para aprimorar o processo de delegação, para os liderados a delegação pode ser uma forma de excesso de trabalho “com atividades que considera não serem de sua responsabilidade. ”.

Segundo a autora, o RH das empresas deve ficar com a missão de assessorar e treinar líderes e liderados no processo de delegação para que ambos possam desenvolver um modelo de delegação que traga o progresso e evitar assim maus resultados que podem surgir quando se faz uma “delargação” desastrada.

Vamos refletir sobre isso!

Pedro Paulo Galindo Morales é Graduado em Gestão, Pós-Graduado em Controladoria e Técnico em Contabilidade. Atua também como Coordenador de conteúdo do blog Falando de Gestão   www.pedropaulomorales.com, pedropaulomorales@yahoo.com.br

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s