Como colocar-se no mercado de trabalho após os 50 anos

Cuide da aparência pessoal e siga todas as regras de entrevistas de emprego e tenha em mente e buscar emprego sempre é um desafio em qualquer idade

Neste final de semana estive pesando sobre o assunto e coincidentemente conheci o Sr. Antônio em um desses aniversários de criança de um ano. Quando fui tirar uma foto de recordação com o aniversariante Seu Antônio posicionou a câmara e tirou uma, duas e três fotos. Não estranhei porque todos fazem isso para tirar as melhores fotos. Quando eu estava retornando Sr. Antônio veio me mostrar as três fotos como se estivesse pedindo uma opinião acerca de qual ficou melhor.

Vi as fotos e começamos a conversar e ele falou que agora estava mais fácil exercer a profissão de fotografo pois não era mais necessário usar vários filmes como antigamente e que agora ele podia oferecer um serviço diferenciado pois as fotos escolhidas pelas pessoas poderiam passar por tratamento de Photoshop para a melhora de imagens com o objetivo de oferecer um diferencial ao cliente. Meio sem graça perguntei a sua idade e Sr. Antônio me disse que tinha 44 anos de profissão e 67 anos de idade e que para se manter no mercado tinha que fazer cursos de qualificação e atualizar os equipamentos de trabalho.

Depois desse exemplo de determinação e profissionalismo pensei quais seriam a qualidades que o profissional de 50 anos precisa ter para se manter no mercado de trabalho?

Em primeiro lugar é preciso saber que o mercado de trabalho está cada vez mais competitivo e que o profissional de mais de 50 anos precisa encontrar uma maneira de desviar a atenção do entrevistador em relação ao quesito idade.

O primeiro passo é atualizar o seu currículo pois alguns cursos podem já não estar adequado ao mercado.

Também é preciso se atualizar com práticas atuais do mercado, hoje em uma rápida pesquisa no Google podemos atualizar nossos conhecimentos, existem muitos cursos gratuitos e muitos sites especializados no seu segmento de atuação.

Sempre é recomendável procurar nichos de mercado onde a sua experiência pode ser bem vinda, muitas empresas precisam de consultorias de pessoas que possam transmitir responsabilidade e confiança. Como alternativa considere trabalhar por projetos ou de forma autônoma como uma forma de poder ser mais competitivo (custo para as empresas) no mercado de trabalho.

Também considere que você precisa aprender a utilizar o Facebook, Whatsapp, MySpace, Twitter, Linkedin e afins pois hoje muitos empregos e oportunidade são encontrados através dessas redes.

Por fim cuide da aparência pessoal e siga todas as regras de entrevistas de emprego e tenha em mente e buscar emprego sempre é um desafio em qualquer idade. Tenha em mente que você ao mesmo tempo que leva para mesa do entrevistador anos de experiência o profissional mais velho leva duvidas como uma possível falta de flexibilidade para aprender coisas novas ou menor tolerância para acabar ordens de uma pessoa mais jovem. Por isso tudo que escrevemos é muito importante que o profissional de mais de 50 anos faça um auto avaliação e veja quais são seus pontos fortes e fracos com a finalidade de mostrar ao mercado de trabalho que a sua idade não faz diferença quando o assunto é o perfil da vaga. Vamos refletir sobre isso!

Pedro Paulo Galindo Morales é Graduado em Gestão, Pós- Graduado em Controladoria e Técnico em Contabilidade.   www.pedropaulomorales.com, pedropaulomorales@yahoo.com.br

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s