A Arte de dizer não

“Não se pode conceder tudo a todos. Saber dizer não é tão importante como saber conceder”- Baltasar Gracián.

Aprender dizer não é uma das coisas mais difíceis da vida porque sempre temos medo das consequências de podem vir deste ato  mas tanto na nossa vida pessoal como na vida profissional temos que aprender dizer não uma palavra de apenas três letras mas difícil de pronunciar e ouvir. Procure lembrar quantas vezes você disse sim para algo e depois se complicou porque não podia cumprir. Você lembra as consequências? Provavelmente você desapontou muita gente com aquele relatório que não foi feito ou aquela informação que não foi entregue no tempo hábil.

                Dizer “não” é uma questão de coragem porque nos não fomos ensinados desde pequeno a dizer essa palavra tão pequena, mas que causa tanto desconforto. Na nossa infância fomos acostumados sempre a dizer sim para tudo que nossos pais queriam e para isso sempre ganhávamos algum doce, passeio ou agrado.

                Quando o dizer “não” envolve questões de administração de tempo o processo se torna mais complicado ainda porque muitas vezes temos que dizer não para tarefas que é de  obrigação da gente  e ainda por cima temos que dizer não para  nosso chefe!

                Para evitar esses transtornos de um tempo para cá comecei a priorizar os problemas pelo método de Pareto, ou seja, procuro priorizar as tarefas focando no tempo de sua execução, uma espécie de Pareto inverso, onde as tarefas mais simples e que demandam pouco tempo para serem executadas como, por exemplo, responder um e-mail ou dar algum parecer sobre um assunto cotidiano são resolvidas em primeiro lugar. Esse método tem sido muito interessante porque você consegue executar o maior numero de tarefas possíveis em um curto espaço de tempo não permitindo que elas se tornem urgentes ou interrompam seu tempo quando você esta dedicado a tarefas mais importantes como relatórios ou analises.

                Agindo desta forma você minimiza o uso do “não” porque vai estar sempre com as tarefas mais simples em dia e ainda tem a oportunidade de “encantar” as pessoas entregando sempre as informações ou pedidos em dia.

                Existem momentos que precisamos dizer “não”, não aquele por pirraça ou implicância, mas um não com base em motivos sérios como um trabalho importante ou a um impedimento motivado por um procedimento da empresa ou até mesmo porque a resolução daquele assunto não lhe compete.

                Agindo dessa maneira você vai poupar muito de seus problemas, pois estará mostrando aos outros que o seu “não” naquele momento é justo e que você vai atender aquela solicitação quando acabar as prioridades daquele momento. Dizer “não” é uma arte e pode ser aprendido com a experiência adquirida com o passar dos anos, quando você aprende que “Não se pode conceder tudo a todos. Saber dizer não é tão importante como saber conceder” como escreveu o prosador espanhol Baltasar Gracián.

Vamos refletir sobre isso!

Pedro Paulo Galindo Morales é Graduado em Gestão, Pós- Graduado em Controladoria e Técnico em Contabilidade.   www.pedropaulomorales.com, pedropaulomorales@yahoo.com.br

Anúncios

3 comments

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s