Gestão “Pra Já”

pexels-photo-277463

É certo que as empresas devem ser ágeis para manter a competitividade no mercado onde atua. O que tenho visto nas empresas são verdadeiras fixação para que tudo seja feito de uma maneira mais rápida possível e para complicar não é apenas um processo ou projeto, são vários projetos e processos ao mesmo tempo.

Essa urgência por mudanças vem causando um stress organizacional muito grande sobrecarregando tanto gestores, que não sabem lidar com tantas mudanças ao mesmo tempo como colaboradores que tem que implementar as mudanças sem terem recebidos treinamentos adequados.

Com tanta pressa em implantar novos processos ou reformulação destes, a implantação sai errada ou acaba sendo implantado com graves erros que vão a médio prazo comprometer o resultado final

A grande sorte dessas empresas é que os novos processos ou projetos implantados não terão uma vida longa. Esses vão durar até alguém notar que o que foi posto em pratica não atende as expectativas da empresa ou aparecer uma nova “moda” e alguém gritar para tudo que agora temos a solução!

Essa exigência pela rapidez e pelo novo, a “Gestão Pra Já” tem feito as empresas perderem muito dinheiro. Quando os processos são internos os problemas não são tão graves pois dentro de “casa” todos se entendem. O grande problema ocorre quando esses processos atingem as áreas externas como a dos clientes, que deveriam ficar satisfeitos, impostos que deveriam ser recolhidos ou até mesmo os investidores que esperavam um lucro maior.

Quantos produtos saem com problemas das linhas de produção ocasionados pela pressa ou pela interpretação errada das novas normas e procedimentos e depois devem ser reparados pelos famosos recalls, sem contar os clientes insatisfeitos com a empresa. Imagine como seria se de repente a empresa tivesse devendo meses de impostos, seria muito prejuízo! O que dizer então dos acionistas quando descobrirem que o lucro será pequeno porque houve erro na implantação de projetos.

Por isso antes de adotar a “Gestão Pra Já” seja paciente no planejamento, teste todas as possibilidades, corrija os pontos que estão com problemas e ai sim seja rápido na execução.

Vamos refletir sobre isso e sucesso!

Pedro Paulo Galindo Morales Especialista em Controladoria, Graduado em Gestão e Técnico em Contabilidade. Atua também como Coordenador de conteúdo do Site Falando de Gestão e é Professor EAD www.pedropaulomorales.com, pedropaulomorales@yahoo.com.br

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s