Alexandre e sua equipe

O que acontece quando uma equipe é sobrecarregada?

              No começo da carreira em uma grande empresa nacional, Alexandre já mostrou sua ótima técnica de trabalho. Alexandre é um colaborador do tipo dedicado e proativo.

                Alexandre com o passar dos anos foi ganhando o reconhecimento de muitos dentro da empresa e com cinco anos de trabalho foi promovido a responsável da área de manutenção industrial.

                Durante alguns anos Alexandre formou uma equipe de cinco pessoas que juntamente com ele era responsável pela manutenção de maquinas e equipamentos. Todos os anos a empresa oferecia aos integrantes da equipe e ao próprio Alexandre cursos de desenvolvimento profissional conforme o Plano de Desenvolvimento Profissional de cada integrante de sua equipe. Alexandre e sua equipe eram conhecidos como as “feras da manutenção” e Alexandre como um especialista em sua área.

                Com o tempo as coisas foram mudando, a fábrica foi vendida e a forma de gestão foi mudando. Alexandre passou a ser especialista em manutenção e com ele ficaram apenas três pessoas da antiga equipe pois com a reestruturação de processos uma pessoa foi demitida e outra transferida de setor.

                Alexandre e sua equipe ganharam metas mais agressivas e passaram a trabalhar mais em regime de horas extras. Os plantões a noite agora eram divididos entre os quatro e Alexandre começa a ficar sobrecarregado. Tempos depois com a situação econômica do pais piorando, mais uma pessoa da equipe foi cortada e agora Alexandre, com 2 pessoas já estava consertando máquinas e faltava tempo para o planejamento da manutenção e outras atividades estratégicas.

                A situação chegou a um ponto que a fábrica parava a produção durante várias vezes ao mês devido à falta de peças ou até mesmo falta de manutenção programada. A situação chegou a tal ponto que a fábrica ficou sem produzir por um turno e Alexandre foi chamado a dar explicações na presidência.

                O presidente logo perguntou o porquê desta situação e sua equipe estava “dormindo “ e Alexandre, sem contar com Francisco seu melhor mecânico que estava de férias disparou:

                – Sr. Presidente, me desculpe e com todo o respeito, tenho uma pessoa de férias, outra pessoa a disposição da logística para ajudar expedição a e a minha equipe está aqui e é composta além destas duas pessoas por mim, pelo Carlos, pelo Batista e pelo Junior e todos estão indo embora.

             O presidente olhou para os Alexandre e compreendeu a situação. O nome completo de Alexandre era Alexandre Carlos Batista Junior, mas já era tarde, agora mesmo com toda a crise Alexandre administra a Alex Máquinas.

Pedro Paulo Galindo Morales é Graduado em Gestão, Pós-Graduado em Controladoria e Técnico em Contabilidade. Atua também como Coordenador de conteúdo do Blog Falando de Gestão   www.pedropaulomorales.com, pedropaulomorales@yahoo.com.br

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s