Lições do duelo Ronaldinho Gaúcho X Neymar para as empresas.

Por Pedro Paulo Galindo Morales

O confronto entre as gerações X e Y devem ser resolvidos para que as empresa possam vencer os desafios cada vez mais presentes no mercado.

Leitores. A partida de futebol entre Flamengo e Santos realizada nesta quarta-feira, 27 de julho de 2011, foi um dos momentos históricos de nosso futebol, assistimos o confronto entre Ronaldinho Gaúcho representante da ultima geração do futebol e a grande promessa da atualidade  Neymar.

Na partida de futebol em que o Flamengo ganhou por 5X 4  Ronaldinho marcou  3 gols e Neymar 2 porem Ronaldinho com seus treze anos de experiência e por muitos acabado para o futebol foi mais além marcou o ultimo gol do Flamengo que levou o time a vitória mostrando que a experiência pode vencer o ritmo mais forte e muitas vezes intempestivo imposto pela juventude.

Muito de vocês devem estar perguntando o que o duelo entre Ronaldinho Gaúcho X Neymar tem a com o mundo das empresas?

Hoje é comum nas empresas o encontro entre as gerações X e Y e é comum surgirem conflitos entre elas hoje existem pessoas que entram com estagiários e rapidamente chegam a uma posição de destaque e isso causa certo desconforto aos veteranos.

Os da Geração Y são informais nas formas de se relacionar, precisam de informação e mobilidade, pois gostam de conhecer outras áreas, são empreendedores e querem se arriscar ganhar experiência, ir para fora do país ou montar negócio próprio, tem facilidade com idiomas e novidades tecnológicas, preferem recompensas não financeiras, querem ter qualidade de vida e ter horários flexíveis.

Os da Geração X, os nascidos ate a metade da década de 70 profissionais ainda guardam segredos a sete chaves, não gostam muito de regras na vida pessoal, mas acham que elas devem ser cumpridas no trabalho e são em algumas vezes desconfiados e amargurados com o que vem nas empresas, muitas vezes não entendem o ritmo da “partida”.

Sem duvida nenhuma a partida de futebol mostra que a experiência pode vencer o novo e que mesmo um pouco fora de forma o profissional experiente pode na hora certa chutar a bola para o gol, com a categoria que apenas um jogador experiente como fez Ronaldinho, ou receber um passe de outro jogador para fazer um gol.

O importante é que as empresas percebam o duelo entre os “Xises” e “Ypsolons” e coloque a equipe de “RH” em campo para resolver o problema permitindo assim que frases como a de Ronaldinho sobre Neymar “Ele é craque. Ele e o Ganso são o futuro do futebol brasileiro” e Neymar sobre Ronaldinho “É um gênio, um craque. Ele jogou muito e resolveu o jogo para o Flamengo” possam ser ouvidas por toda a empresa permitindo que o “time” ganhe o jogo. Vamos refletir sobre isso!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s