Você tem escrito em pedra ou areia?

                Conta-se que dois amigos estavam andando em uma praia muito bonita onde junto observavam a natureza e contemplavam a bela paisagem. Em um certo momento Antônio começou a se desentender com o seu amigo Marcos. Antônio naquele dia estava sem com alguns problemas pessoais e não gostou dos comentários de Antônio e sem pensar deu um soco em Marcos.

                Marcos ao invés de revidar pegou um graveto e escreveu na areia “Você que passa por aqui hoje saiba que meu melhor amigo, Antônio me deu um soco no rosto”. Depois do ocorrido eles se separaram e cada um foi para seu lado.

                Meses depois os amigos Antônio e Marcos já haviam reatado a amizade e foram a praia para um mergulho de final de tarde. Naquela tarde o mar estava agitado e Marcos teve uma câimbra e quase ia se afogando quando Antônio rapidamente o salvou.

                Depois que Marcos se recuperou do susto ele procurou uma pedra e esculpiu “Você que passa por aqui hoje saiba que meu melhor amigo, Antônio evitou que eu minha morte por afogamento”.

                Antônio ficou intrigado e perguntou ao amigo. Quando eu te dei um murro você escreveu na areia e agora quando te salvei você escreveu na pedra, qual o motivo?

                Meu amigo é porque as boas coisas devem ser escritas onde o tempo não apague e as coisas menos importantes devem ser escritas onde possam ser apagadas rapidamente, como por exemplo com as ondas do mar!

                E você caro leitor como tem escrito os acontecimentos da vida? Onde você escreve o que te fazem de mal, as injustiças, maldades e ingratidão em pedras, onde você não esqueça mais ou em areia onde conforme as ondas da vida elas possam der apagadas? E onde você tem escrito o que te fazem de bom na areia, onde tudo passa com tanta rapidez que você nem percebe os momentos de felicidade?

                Lembre-se que você deve escrever na areia todo mal que te fizeram para ele ir embora com as ondas da vida e deve esculpir em pedras toda bondade que recebe dos outros e da vida para que você sempre se lembre que é amado!

Como os outros escrevem o que você tem feito por eles? Vamos refletir dobre isso e sucesso!

                Pedro Paulo Galindo Morales é Graduado em Gestão, Pós-Graduado em Controladoria e Técnico em Contabilidade. Atua também como Coordenador de conteúdo do Blog Falando de Gestão   www.pedropaulomorales.com, pedropaulomorales@yahoo.com.br

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s