O Campeão voltou!

O que podemos aprender com a final olímpica do futebol masculino?

“Ôôôô, o campeão voltou! ” Este era o grito de guerra depois do jogo Brasil e Alemanha, final olímpica do futebol masculino. Quis o destino que fosse assim uma verdadeira prova de que nada como um dia atrás do outro para corrigirmos os problemas.

 Estávamos cabisbaixos no futebol, a expressão “7X1” já se tonou sinônimo de derrota, as pessoas ainda falam que “Todo dia é um 7 a 1 diferente”   quando querem se referir as dificuldades diárias. O sete a um se transformou em um bordão nacional quando se quer falar em derrota. O sentimento era tão intenso que existe na internet uma página chamada brasilealemanhaetrno.com com atualização automática de quanto estaria o jogo se ele estivesse rolando até hoje. Em 08 de Julho de 2015 o placar estaria 43.806 x 5.841 neste momento o placar seria de 92.949 X 12 393!

O que podemos aprender com a final olímpica?

Em primeiro lugar podemos aprender que a derrota não é eterna se levantarmos a cabeça e continuarmos o nosso trabalho.

Em segundo lugar devemos entender que todo dia é como uma partida de futebol onde precisamos entrar em campo preparado para reverter os placares desfavoráveis da vida, nem sempre ganhamos e nem sempre perdemos. Devemos ter consciência que somente ficaremos na “primeira divisão” se tivermos muitas derrotas na nossa força de vontade. Um único jogo não pode nos derrotar, as partidas não são eternas, para isso precisamos ser um “ ser humano de alta performance”.

                Um ser humano de alta performance é aquele que encontra vontade para dar o próximo passo, mesmo que ele tenha perdido por “7X1”, e consegue ser como um atleta maratonista

  1. É capaz de correr muito quilômetros para construir uma chegada forte.
  2. Sabe que tem que ser persistente em seus treinamentos, treina constantemente em vários lugares porque sabe que vai enfrentar muitos terrenos diferentes e difíceis.
  3. Ele sabe que que deve ter ritmo constante para não ficar para traz.
  4. Consegue completar a prova mesmo quando não chega entre os primeiros.

A final olímpica de futebol masculino de 2016 trouxe a redenção do futebol brasileiro e serviu para provar que as situações mudam e que conseguimos superar os desafios. Por curiosidade vejo quanto estaria o jogo de Alemanha X Brasil iniciado em 8 de julho de 2014 neste momento que acabo de escrever este artigo 92.955 X 12.394. Por favor desliguem o site! Agora é medalha de ouro!

                Vamos refletir dobre isso e sucesso!

                Pedro Paulo Galindo Morales é Graduado em Gestão, Pós-Graduado em Controladoria e Técnico em Contabilidade. Atua também como Coordenador de conteúdo do Blog Falando de Gestão   www.pedropaulomorales.com, pedropaulomorales@yahoo.com.br

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s