Meu pai e a escolha profissional

Muitas pessoas gastam tempo e dinheiro tentando ser um profissional mediano, quando na verdade para se tornarem bons profissionais precisavam apenas fazer o que gostam.

Tive vontade de ser médico, policial, maquinista de trem e jogador de futebol. Meu pai apenas me dizia que não importasse a profissão que escolhesse teria que primeiro gostar dela para que me tornasse uma referencia para a profissão, não alguém famoso ou rico, mas uma pessoa que fosse sempre lembrada pelo seu comprometimento, busca da verdade e justiça, como ele dizia “Não quero que você seja um profissional infeliz apenas para me tornar feliz, não importa a sua escolha seja bom naquilo que você escolheu”.

Muitas pessoas gastam tempo e dinheiro tentando ser um profissional mediano na sua área de atuação apenas porque a profissão que ele escolheu  é bem remunerada ou a família decidiu que ele vai ser  médico, advogado ou general.

Cresci e tive que decidir que caminho profissional seguir. Jogador não podia ser porque sou ruim de bola, nunca consegui ser titular de um time no colégio, médico e policial era difícil porque não gosto muito de sangue, embora os dois tenham um trabalho de ajuda a sociedade.

Vendo meu pai trabalhar com dedicação e comprometimento, sustentando a família com muita dignidade apesar das dificuldades, decidi seguir sua profissão e me tornei um Administrador de Empresas. Procuro sempre lembrar seus muitos  ensinamentos e  encontro um conselho do meu pai que  me marcou a vida “Você tem que em primeiro lugar ser feliz na sua profissão, se dedicar, ser àquela pessoa que no ultimo momento pode decidir o jogo mesmo quando as possibilidades forem poucas”.

Meu filho esta trilhando o caminho profissional dele, é servidor publico e estou certo que será um bom profissional e contribuirá para melhorar a educação no Brasil. Minha filha vai prestar o Enem e brevemente estará no mercado de trabalho.

Para os dois apenas peço que sejam felizes, sejam capaz de se dedicar com amor ao trabalho e sejam justos com as outras pessoas e não se encantem pelo sucesso rápido e dinheiro fácil quer apenas que trabalhem naquilo que eles se sintam felizes. Para terminar  lembro aqui uma frase que escutei essa semana do palestrante e poeta  Airton Soares “Quando se faz o que gosta nunca mais se trabalha”

Vamos refletir sobre isso!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s