O Banco do Nordeste pode ser extinto?

Coluna Mundo das Empresas

Pedro Paulo Morales

Banco do Nordeste muda diretoria

Após o presidente do Banco do Nordeste (BNB), Jurandir Santiago, deixar o cargo; e de José Sydrião de Alencar Júnior, diretor de Gestão de Desenvolvimento da instituição, ser exonerado do Banco, nesta quarta-feira (20), o Conselho de Administração do BNB decidiu reformular sua diretoria e nomear Paulo Sérgio Rebouças Ferraro como presidente interino da instituição. (Diário do Nordeste)

Crescem relatos de irregularidades no BNB

Desde que vieram a público as recentes denúncias de fraudes no Banco do Nordeste do Brasil (BNB), através de matéria publicada na revista Época, no início do mês, o número de funcionários da instituição que têm apresentado relatos de novos indícios de irregularidades cresceu de forma expressiva. (Diário do Nordeste)

O Banco do Nordeste pode ser extinto?

Notícias dão conta que o BNB pode ser extinto, porem acredita-se que não, porque o banco não é uma autarquia e sim uma instituição financeira, está sob as regras objetivas infalíveis do mercado financeiro. Mas pode ser vendido como tantos outros bancos do governo vale recordar o caso do Banco Meridional do Brasil S.A que era federal e foi vendido ao Banco Bozano Simonsen em 1997, o Meridional foi uma fusão Bancos Sulbrasileiro e Habitasul.

Camargo Corrêa compra 4ª maior cimenteira do Brasil por € 3 bi

A Camargo Corrêa anunciou nesta quarta-feira a conclusão de sua oferta de aquisição da cimenteira portuguesa Cimpor, num investimento total de quase 3 bilhões de euros que lhe dará controle sobre a quarta maior produtora de cimento do Brasil. (Folha de São Paulo)

Lacta entra em duelo com Nestlé

A Lacta escolheu o ano da comemoração de seus 100 anos para comprar uma briga que vinha adiando há tempos. A companhia vai lançar, em julho, sua linha de chocolates aerados, um segmento do mercado dominado há muitos anos por sua principal rival, a Nestlé. (Brasil Econômico)

Vigor inicia nesta sexta-feira negociação em Bolsa

Após oferta pública de permuta de ações ordinárias da JBS por ações ordinárias de emissão da Vigor Alimentos, os papéis da empresa de lácteos começarão a ser negociados em Bolsa nesta sexta-feira (22/6). (Brasil Econômico)

Um pouco da história da Vigor

A Vigor nasceu em 1918 produzindo e distribuindo leite. Mais de 90 anos depois, a Vigor cresceu e se consolidou em categorias como iogurtes, queijos, margarinas entre outras, preservando a mesma tradição, qualidade e carinho de sempre. Hoje a Vigor S.A. tem no seu portfólio marcas consolidadas como Danúbio, Faixa Azul, Leco, Serrabella, Amélia, Mesa e Carmelita além da própria marca Vigor. A Vigor Alimentos encerrou o primeiro trimestre com lucro líquido de R$ 22,3 milhões, revertendo prejuízo de R$ 309 mil registrado de janeiro a março de 2011. O lucro bruto da empresa cresceu 17,8%, para R$ 90,3 milhões. Para recordar a Vigor é uma empresa do Grupo JBS. (Último Instante e Site da empresa)

Coluna escrita em 20/05/2012

pedropaulomorales@yahoo.com.br

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s