Gostar do que faz

Pedro Paulo Galindo Morales.

Resumo: O artigo é baseado no programa Motivação e Sucesso do Professor Marins exibido pela Rede Vida de Televisão e fala sobre como gostar do que se faz é a grande diferença.

Leitores. Uma das maiores preocupações do ser humano é ser feliz e fazer na vida o que se gosta o que realmente dá prazer. Muitas pessoas se sentem desiludidas com o trabalho e com isso começam a fazer cada vez menos, se economizam mais, muitos nem sabem para o que se economizam sempre ficam esperando sempre alguma oportunidade que vale a pena, não sabem que a oportunidade é como um ônibus que com o passar das horas o intervalo entre uma viajem e outra fica cada vez maior ate que chegamos atrasados em nossos compromissos.

Será que sempre fazemos o que gostamos?

Sinceramente não. Fazer sempre o que se gosta é um pensamento irreal, sempre há alguma coisa desagradável em nossas atividades profissionais, algo que nos desagrada. Quando pensamos que poderíamos ter um trabalho que apenas nos traga coisas boas estamos nos engando.

Esse tipo de pensamento não é correto temos que transformar o limão em limonada com se diz popularmente, procurar por um adoçar o nosso trabalho a nossa vida, seria como a frase “não tenho tudo que gosto, mas consigo gostar de tudo que tenho” é como um carro velho se não limpamos ou cuidamos de sua manutenção cada vez mais iremos despreza-lo, ele sempre nos parecera feio.

Somos reconhecidos por aquilo que fazemos, professor, engenheiro, medico, ator, passamos a ter como nossa identidade a profissão que abraçamos e se, exercemos a nossa profissão com dedicação somos bem vistos pelas pessoas e ai incluímos nossos chefes caso não seja assim sempre teremos problemas.

Você que é pai procure identificar quais as brincadeiras do seu filho na infância muitos brincam de professores, gostam de construir pontes ou brincar de escritórios é preciso ajudar os seus filhos a encontrarem um caminho certo, ajuda-los a serem felizes.

Como gostar do que você faz.

  1. Não brigue com o seu trabalho, afinal você tem se sustentar;
  2. Entenda que para ganhar algumas coisas temos que perder outras;
  3. Se dedique ao trabalho para poder usufruir horas de lazer com plenitude, a sensação do dever cumprido é uma das melhores que há e isso lhe dará força para mais um dia.
  4. Pense como você pode melhorar o seu trabalho, se desafie melhore o convívio com o seu chefe, colegas de trabalho, sua equipe e ate mesmo sua família nada é 100% bom e 100% ruim.

Repense o seu trabalho veja se você pode reencontrar os pontos que um dia lhe fizeram abraçar a sua profissão, se você estivesse desempregado você não tentaria ser recontratado novamente. Se sim nada esta perdido tente mudar. Vamos refletir sobre isso!

(Pedro Paulo Galindo Morales é Tecnólogo em Gestão, Pós- Graduado em Controladoria, Técnico em Contabilidade e escritor da web,   www.pedropaulomorales.wordpress.com).

Banco Panamericano um acidente de percurso.

Uma boa gestão é um fator imprescindível para que um empreendimento tenha sucesso pode ter havido uma má gestão nas empresas de Silvio Santos, como pessoas ocupando lugares errados ou proteção de familiares ou amigos que passaram a ocupar cargos para os quais não tinham experiências,  porem se colocar em xeque um modelo que vem dando certo há anos e que atravessou tantos planos econômicos, e uma historia tão bonita como a de Silvio Santos por causa de um acidente de percurso talvez não seja conveniente no momento.

Existem interesses tanto da parte de redes de televisão que querem o fim do SBT com por parte de Bancos que estão interessados no publico que fazem financiamentos de carros, motos e eletroeletrônicos  com o Banco Panamericano porque confiam em Silvio  Santos.

Este caso esta muito parecido com o do Grupo Coroa Brastel, no qual as empresas quebraram e  seu dono morreu pobre e esquecido e acho que Silvio Santos não merece isso

O mercado para portador de necessidades especiais

O mercado para portador de necessidades especiais ainda é novo e a cultura da sociedade ainda não acordou para certos aspectos como, por exemplo, a necessidade de a pessoa com necessidades especiais se profissionalizarem para conseguir um lugar no mercado, pois salvo as pessoas que possuem problemas graves de locomoção ou mentais, os demais problemas exigem muita determinação e coragem por parte da família e do próprio portador da necessidade especial para enfrentar e superar desafios e preconceitos existentes no mercado que os inibem quando o assunto é ter uma boa formação profissional. Devemos lembrar que a palavra necessidade conforme o dicionário quer dizer aquilo que é absolutamente necessário, ou seja, o que o individuo precisa para desempenhar as atividades, porem é preciso que a pessoa faça a sua parte se qualifique , corra atrás e faça a sua parte. É difícil, mas da certo.

Porque Silvio Santos não vai falir

Desde que foi anunciado os problemas do Banco Panamericano venho lendo muita coisa na internet, mas a verdade é uma só alguém neste caso errou e errou feio e colocou o Grupo Silvio Santos em apuros, conforme Luiz Sandoval é um dos principais escudeiros do apresentador e empresário Silvio Santos em entrevista ao Estadão.com.br  o grupo foi pego de surpresa e este é o primeiro mais dramático episódio na história do grupo, ele não sabe se houve fraude e em um primeiro momento não quer acusar ninguém mas disse que vai investigar e para isso contratou a PricewaterhouseCoopers, para fazer uma minuciosa apuração dos fatos através de uma auditoria.

Sandoval disse ainda que Silvio Santos não gostou do episódio e diz que o Banco Panamericano poderá ser vendido se houver uma boa proposta mesmo porque Silvio não se sente banqueiro e admite vender qualquer negócio menos o SBT que segundo se especula estaria despertando interesse de empresários como Eike Batista , Edir Macedo ou ate mesmo um dos herdeiros de Roberto Marinho. Sandoval afirmou que apenas uma parte, uns R$ 700 milhões, dos R$ 2,5 bilhões, serão necessários para cobrir perdas patrimoniais o restante vai direto para o caixa do banco.

Uma coisa é certa não se pode negar que Silvio Santos é um empresário de sucesso há mais de 40 anos e não deve ser condenado por um acidente de percurso me parece que o Grupo sofreu uma perda grande quando em 2007 resolveu extinguir o carnê do Baú da Felicidade, no qual os clientes pagavam mensalmente e concorriam a prêmios na TV e trocavam por mercadorias ao final do pagamento das mensalidades, motivada pela grande oferta de crédito destinada aos tipos de produtos não havia mais mercado para esse tipo de produto, os sonhos eram antecipados devido ao crédito abundante. Com o fim do carnê, Silvio Santos resolveu transformar as Lojas do Baú em uma das maiores redes de produtos eletrônicos do mercado, passando a competir com as grandes lojas de departamento para isso o grupo do apresentador passou então a investir no varejo tradicional. Atualmente, são 40 lojas em São Paulo, 85 no Paraná e uma em Minas Gerais. As aquisições também ajudaram a empresa a crescer. Em 2009, a rede comprou a paranaense Dudony, que possuía cerca de 100 lojas.

Reproduzo aqui uma mensagem do site oficial da Jequiti que mostra muito bem a caminhada de Silvio Santos “Senor Abravanel, que não se deixa desanimar pelas adversidades, que de um simples camelô, desenvolveu empresas fortes, gerou milhares de oportunidades de empregos, criou autonomia e independência financeira para muitas famílias brasileiras e realizou sonhos de milhões de pessoas”.

Depois desta mensagem eu digo Silvio Santos, não quebra!!!